O índice glicêmico é um fator que diferencia os carboidratos e que está relacionado com o nível de açúcar no sangue. Toda vez que ingerimos carboidratos, estes entram na corrente sangüínea com diferentes velocidades. Com isso, podemos classificá-los de acordo com a velocidade com que entram no sangue. Quanto mais rápido, maior será a descarga de insulina, pois o corpo tenta manter o equilíbrio.A escala, relacionada em porcentagens, usa o pão branco, que tem IG igual a 100, como comida padrão.

Alimentos que afetam pouco a resposta de insulina no sangue são chamadas de baixo valor glicêmico, e os que têm descarga alta, de alto valor glicêmico. Algumas possuem um valor até mais alto que o pão branco.

Importância do Índice Glicêmico

Se você ingere comidas com IG alto, o corpo lança grandes quantidades de insulina para tentar manter os níveis de açúcar. A insulina é um hormônio que tem o poder de levar o açúcar para dentro dos músculos na forma de glicogênio, mas estes depósitos têm uma capacidade limitada, o que faz com que todo o excesso de glicose no sangue seja convertido em ácidos gordurosos e triglicérides, que serão armazenados na forma de gordura.

Caso continue comendo alimentos de alto IG, seu corpo começa a adquirir resistência à insulina. Isso porque seu corpo começa a produzir uma quantidade maior de insulina.

Pessoas com resistência à insulina também possuem o índice de glucagon alto. O glucagon é o hormônio que faz o papel inverso ao da insulina. Quando o nível de açúcar sangüíneo está baixo, ele retira o glicogênio dos músculos para normalizar a taxa sangüínea.

Os que possuem diabetes precisam dar preferência aos alimentos que tenham IG menor que 50. Podem consumir moderadamente os de 50 a 90, de preferência com outro alimento rico em fibras (frutas e legumes). Já os acima de 90 devem ser consumidos eventualmente.

 

Índice Glicêmico (IG) – Tabela

Produtos de Padaria

Bolo de banana feito com açúcar
Bolo de batata
Bolo de banana feito sem açúcar
Pizza de queijo
Muffins
Bolo, pudim de leite condensado
Croissant
Bolo comum
Donuts
Waffle

67
77
79
86
88
93
96
98
108
109

Bebidas

Leite de soja
Laranja
Refrigerante de laranja

43
94
97

Pães

Aveia, Farelo de trigo e Pão de mel
Núcleo de cevada, pão
Núcleo de centeio, pão
Centeio, pão
Hamburger, pão
Farinha de centeio, pão
Semolina, pão
Farinha de cevada, pão
Pão de trigo, fibra alta
Pão de trigo
Pão de trigo, branco
Bagel, branco
Pão de lanche
Pão de trigo, glúten livre
Baguette francês

43
55
66
78
87
92
92
95
97
99
101
103
105
129
136

Cereais

Farelo de trigo
Kelloggs com Farelo de trigo
Aveia Farelo de trigo
Musli
Mingau de aveia
Nutri-granola
Trigo Biscoito
Cheiros
O café da manhã em barra de cereal
Arroz Krispies
Cornflakes

27
55
78
80
87
94
100
106
109
117
119

Grãos de Cereal

Cevada
Centeio
Trigo núcleo
Arroz fervido 1 minuto
Arroz branco
Cuscuz
Arroz Sunbrown Quick
Tapioca fervida com leite
Arroz fervido 6 minutos
Arroz Bolos

36 48 59 65 83
93
114
115 128 110

Biscoitos

Aveia biscoitos
Café matutino biscoitos

79 113

Derivados de Leite

Iorgurte light com adoçante
Leite + 30g farelo de trigo
Leite integral
Leite desnatado
Yakult (leite fermentado)
Sorvete light
Sorvete

20
38
39
46
64
71
87

Frutas e Derivados

Cerejas
Pêra
Maçã
Ameixa
Suco de maçã
Pêssego
Laranja
Uvas
Suco de abacaxi
Pêssego em caldas
Suco de laranja
Kiwi
Banana
Coquetel de frutas
Manga
Passas
Melancia

32
53
54
55
58
60
63
66
66
67
74
75
77
79
80
91
103

Legumes

Feijão de soja enlatado
Feijão de soja
Lentilhas
Feijões assados, enlatados
Lentilha verde enlatada
Feijões largos(feijões de fava)

20
25
36
69
74
113

Massas

Fettuccine
Raviole de carne
Espaguete
Espaguete, branco
Capellini
Macarrão

46
56
52
59
64
64

Raizes e tubérculos

Inhame
Batata doce
Beterrabas
Batatas cozidas em vapor
Batata triturada
Cenouras
Batatas cozidas e trituradas
Batata assada microondas
Batata assada

73
77
91
93
100
70
104
117
121

Açúcares

Frutose
Lactose
Mel
Sacarose
Glicose (Dextrose)
Glicose tabletes
Maltose

32
65
83
92
137
146
150

*Consultoria: Dr. Josefina Bressan, coordenadora do departamento de nutrição e metabolismo da Sociedade Brasileira de Diabetes.

 

 

Retweet this post