Nova rede de academias chega a São Paulo e é sinônimo de inovação

Muitas pessoas geralmente desistem da idéia de começar a academia logo no ato da matrícula assim que precisam optar pelo plano de  trimestral, semestral ou anual. Este procedimento, querendo ou não, acaba assustando aqueles que não têm certeza se conseguirão assumir tal compromisso e manter a devida disciplina.  Com a rotina cada vez mais agitada que levamos, a tendência é que tenhamos cada vez menos tempo para treinar. Querendo ou não,  pagar a mensalidade de R$150,00 a  R$250,00 mês (média de preço praticada nas grandes capitais) para usar aparelhos de musculação e esteira em torno de 1h00, três vezes na semana ou diariamente, acaba sendo um tanto quanto pesado no orçamento.

Da esq direita Marcos Lara e Edgard Corona

Da esq direita Marcos Lara e Edgard Corona

Pensando em mudar esta realidade e oferecer ao mercado um modelo de negócio totalmente diferenciado, o empresário Edgard Corona, o mesmo fundador da Bio Ritmo, acaba de inaugurar a SMART FIT, no bairro do Morumbi, em SP. O empreendedor foi  ao mercado investigar as exigências e expectativas deste público. “Constatamos que é uma parcela da população diferenciada, que não tem como padrão passar muitas horas em academias, embora queira. É um público exigente, que quer pagar só por aquilo que usa e pelo pouco tempo que tem para malhar”, explica Corona. “A SMART FIT, portanto, nasceu da necessidade de uma academia que ofereça praticidade com qualidade. A palavra-chave para descrever a SMART FIT é a excelente relação custo-benefício que podemos oferecer”, ressalta o empresário.

smart-fit-1A SMART FIT buscou inovar em todos os sentidos.  Segundo, Marco Lara, diretor de operações da SMART FIT. “A matrícula pode ser feita pela internet, sem exigência de contrato assinado e o aluno pode interromper a utilização do serviço a qualquer momento, bastando para isso deixar de pagar a mensalidade”, diz. Um grande número de equipamentos de musculação, esteiras, elípticos e pesos livres de primeira qualidade está à disposição dos sócios. Tudo isso a partir de R$49,90, praticamente um terço de outro formato de academia. Ao se inscrever, o aluno terá uma taxa de adesão de 199,00 e anuidade de R$ 99,00.

Há que pense que por este valor a qualidade deixe a desejar. O baixo custo deve-se à ausência de aulas como Yoga, Body Systems, natação, dentre outras que existem na maioria das academias e que de certa forma acabam encarecendo os custos de uma academia e refletindo o valor na mensalidade. Sua equipe de atendimento é enxuta e a exigência é que os alunos tragam atestados médicos para iniciar as atividades. Além disso, “a rede atenderá rigorosamente à legislação quanto às necessidades de suporte, orientação e atendimento de saúde dos alunos, tanto em atividades diárias quanto em casos emergenciais, ressalta Lara.”

A SMART FIT chegou para prestar um serviço de qualidade à preço justo e desta maneira se diferenciar perante à grande oferta de academias que temos hoje em dia com uma série de atividades, mas que nem sempre diz respeito aos anseios deste público que exige praticidade.

Abertura para franquias

Recepção

Recepção

As quatro primeiras unidades da SMART FIT serão instaladas com capital próprio, mas Edgard Corona já anuncia os seus planos para disponibilizar a marca para franquias. A expectativa do executivo é chegar a 50 unidades próprias e 100 franquias até 2014. “Nossa idéia é inaugurar duas unidades franqueadas para cada unidade própria nos próximos cinco anos como forma de estimular o sistema de franquias”, explica.  Segundo ele, há o interesse de levar a marca a todas as regiões do País por meio de franquia, “exceto, num primeiro momento, em regiões próximas às nossas quatro primeiras unidades: Grande São Paulo e litoral paulista, Brasília e cidades satélites, Grande Rio de Janeiro e Grande Porto Alegre”, afirma Corona.

Para a franquia de uma unidade SMART FIT o investimento inicial deve girar em torno de R$ 2 milhões, valor que contempla o projeto arquitetônico, adaptação da obra civil do imóvel, compra e instalação de equipamentos – que deverá ser feita diretamente com o empreendedor – e taxa inicial da franquia, que corresponde a R$ 100 mil.

Para tornar-se um franqueado SMART FIT, além do capital necessário, residir e ser um formador de opinião na cidade em que pretende operar a franquia, Corona informa que as exigências técnicas são bem claras e refletem o seu próprio estilo no comando de seus negócios. “Queremos parceiros com grande espírito empreendedor, identificado com nossa marca e conceito da rede, gostar de lidar com pessoas e clientes, e estar totalmente focado e comprometido com a gestão do seu próprio negócio, sendo que para isso é fundamental que esteja presente e atuante na unidade o tempo todo”, conclui.

Informações: www.sejasmartfit.com.br

Retweet this post